Doenças Alvo

Evidência Clínica da Eficácia da Cannabis

provas robustas provenientes de estudos científicos controlados que concluem que a Canábis e os Canabinóides são eficazes nas seguintes doenças:

* Tratamento da dor crónica

* Antiemético no tratamento das náuseas e vómitos associados à quimioterapia

* melhora a espasticidade na Esclerose Múltipla

evidência moderada de que a Canábis e os Canabinóides podem ser eficazes na melhoria da insónia na:  Apneia do Sono, Fibromialgia, dor crónica e Esclerose Múltipla

A Canábis é utilizada em todo o mundo dos EUA à Alemanha e Israel no controlo de sintomas de doenças como:

* Fibromialgia – reduz a dor;

* Dor Neuropática;

* Dor Crónica;

* Tratamento com Quimioterapia  – estimula o apetite e reduz as náuseas;

* Epilepsia – reduz as convulsões principalmente em certos tipos de Epilepsia Infantil;

* Glaucoma – reduz a pressão intraocular;

* Esclerose Múltipla– reduz a espasticidade / rigidez muscular e a dor;

* Infecção por HIV/SIDA – estimula o apetite;

* Insónia (desencadeada por diversas causas);

* Ansiedade;

* Doença de Crohn;

* Asma;

* Síndrome de Tourette;

* Stress-Post Traumático;

Doenças em que a Canábis é mais Utilizada (EUA)

Nos EUA, país onde há mais experiência de utilização da Canábis na Medicina as doenças / sintomas em que esta é mais utilizada são: dor intensa, espasmos musculares na Esclerose Multipla e náusea.

A Canábis está ainda em estudo em doenças como:

  • Doença de Huntington
  • Doença de Parkinson
  • Lesões da Espinal Medula e Sistema Nervoso Central
  • Esclerose Lateral Amiotrófica
  • Síndrome do Intestino Irritável
  • Distonia
  • Anorexia Nervosa
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Demências entre as quais a Doença de Alzheimer
  • Diabetes
  • Cancro